Escápula Alada e Discinesia Escapular

Publicado em: 12 de junho de 2020 por Dr. José Carlos Garcia Jr.
Categorias: Lesões Nervos, Lesões Ombro

A escápula alada é o resultado de desbalanço mecânico grave da cintura escapular.

A escápula alada pode ter muitas causas, sendo resultado de alterações musculares, hiper/hipotonia alterações neurológicas e deformidades. Algumas das formas mais evidentes da discinesia são decorrentes da lesão ou patologia do nervo torácico longo. Nessa lesão há comprometimento da estabilização contra o gradil costal e da rotação inferior da escápula, ficando evidente na manobra de flexão a 90º de elevação contra a parede. Outras lesões neurológicas como a lesão do nervo acessório espinhal, decorrente de esvaziamento cervical após retirada de tumor cervical, e a síndrome do desfiladeiro torácico podem causar escápula alada com grau menor de deformidade.

Quando decorrente de Síndromes compressivas do plexo braquial mesmo as discinesias mais leves podem ser fonte de dor e desconforto, principalmente na síndrome do desfiladeiro torácico e síndrome do peitoral menor.

Alongamentos, medicações neurotrópicas, RPG, fisioterapia, transferências musculares e liberações neurológicas são os tratamentos recomendados para a melhora dessas alterações. 

Para mais detalhes entre em contato 

11-41078997

Prof. Dr. José Carlos Garcia Jr.