Lesão do Manguito Rotador

Publicado em: 28 de abril de 2020 por Dr. José Carlos Garcia Jr.
Categorias: Lesões Ombro

O manguito rotador é composto pelos músculos suprespinhal, infraespinhal, subescapular e redondo menor. A principal função desses músculos é dar estabilidade ao ombro e realizar ou auxiliar os movimentos de rotação externa, interna e abdução.

A lesão do manguito rotador no jovem é de indicação cirúrgica se acometer mais de 50% da extensão do tendão ou até com menos em situações específicas.

No paciente com mais idade é uma patologia que quando associada a dor ou perda de função que não remite ao tratamento conservador deve ser operada.

A cirurgia deve ser preferencialmente realizada por artroscopia preservando o músculo deltóide e acelerando o processo de retorno às atividades.

Em geral a primeira semana após a cirurgia é dolorosa, o uso de tipóia deve obedecer pelo menos 35 dias e o retorno às atividades de academia deve ocorrer apenas 3 meses após a cirurgia e com 50% ou menos da carga normal, de acordo com orientação do cirurgião.

No 6º mês após a cirurgia as atividades físicas em nível normal são permitidas. O nível competitivo deve preferencialmente ser liberado no 9º mês após a cirurgia.

Em casos pacientes sedentários ou de menor atividade física orientamos iniciar um sistema de fortalecimento dos tendões reconstruídos após a cirurgia permanentemente, vizando o reequilíbrio muscular e menor tendência a relesão.

Em nossa experiência essa cirurgia tem alto índice de sucesso.