A cirurgia prótese convencional do ombro é uma cirurgia que tem indicação nas lesões com degeneração da articulação glenoumeral de alta ou moderada gravidades independente das lesões associadas.

As indicações da prótese reversa tem aumentado bastante e devem ser consideradas em lesões complexas, fraturas de difícil manejo, lesões irreparáveis do manguito e sequelas de fratura.

A escolha da prótese específica para cada situação é muito importante e deve ser individualizada e na maioria dos casos com planejamento realizado em softwaeres específicos para cada situação.

Nos casos de lesão irreparável do manguito rotador os resultados da artroplastia reversa tem sido muito animadores, principalmente após o advento dos recentes avanços na bimecânica dos componentes da prótese, diminuindo drasticamente o índice de complicações.

Para artrite reumatóide, osteoartrose (ou artrose) ou outras lesões condrais a prótese nacional apresenta uma grave deficiência, sem guias de corte e de posicionamento adequados devendo ser preteridas.

A indicação de prótese deve obedecer critérios específicos e ser realizada por um profissional habilitado, que esteja capacitado a manejar complicações e possíveis revisões.

Dr. José Carlos Garcia Jr.

Ortopedista especialista em Ombro e Cotovelo do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanês e referência em Ombro e Cotovelo do Hospital Moriah em São Paulo-Capital.

Médico graduado e pós-graduado pela Escola Paulista de Medicina(Federal de São Paulo).

Fellow na Mayo Clinic-Minnesotta-EUA, Princeton-EUA, IFOR e IRCAD da Universidade de Estrasburgo-França.

Mestre em Ciências da Saúde(MSc) pela Universidade de Liverpool-Inglaterra.

Doutor em Ciências(PhD) com tese sobre aceleração da cicatrização tendínea pela USP.

Professor Coordenador do centro de estudos NÆON, serviço referendado de formação de especialistas das Sociedades Brasileira de Cirurgia de Ombro e Cotovelo e Internacional de Traumatologia do Esporte.

Atende no Núcleo de Medicina Avançada do Hospital Sírio-Libanês e no Hospital Moriah em São Paulo-Capital.

Telefones de marcação:
11-41078997 e 11-985588579